Amy J. Fetzer - A Bela e a Fera

Amy J. Fetzer - A Bela e a Fera

ELA SE APAIXONOU POR UM HOMEM CUJO O ROSTO NÃO PODIA VER....

Convocada como aia para servir ao rei, Laura Cambridge foi contratada para trabalhar como babá da filha de Richard Blackthorne. Os rumores sobre aquele homem que vivia em reclusão não assustaram Laura... Sua experiência como vencedora de concursos de beleza ensinara-lhe que o verdadeiro valor de uma pessoa não estava na aparência exterior. Mas o coração de Richard estava tão despedaçado quanto seu rosto...

Para Richard, a linda e doce Laura era uma tentação e uma tortura, e ela não tinha medo dele... Ao contrário, insistia para que ele saísse de seu esconderijo e vivesse uma vida normal. E Richard sabia que estava apaixonado... tanto quanto Laura acreditava estar. Mas o que aconteceria... quando ela visse seu rosto?

_____//_____


Antes de mais nada, ignorem a o inicio do prólogo: "Convocada como aia para servir ao rei"... isso não tem literalmente nada a ver com o livro... afinal de contas ele não é um Rei e a unica coisa que ela se assemelha a Aia é a parte da lealdade e fidelidade.

Obs: de acordo com a Wikipédia
a Aia é um conto acerca de uma ama que dá leite a um príncipe. Este conto retrata valores como a lealdade e a fidelidade.

O Livro é surpreendente, com um encantamento único.
Leve na história, porém tem seus momentos Hot!
Richard Blackthorne, em um resumo drastico, poderia ser conhecido como um homem isolado, como resultado de um acidente que o desfigurara. Na verdade isolado seria uma palavra fraca para o que ele se tornou, Richard se esconde nas sombras e não deixa nem a empregada da limpeza o ver.
Até que descobre que deixou sua ex esposa grávida antes de se divorciarem e que 4 anos depois quando ela morreu descobriu que tinha uma garotinha Linda que dependeria dele... e agora???
Richard contrata uma "baba" para a menina e como resultado conhecemos a Laura Cambridge.
Bom, deixaremos Richard apresentá-la:

— Olá. Sou...

— Laura Cambridge, eu sei — interrompeu ele. — Quase trinta anos, solteira, cursou a universidade, criada em Charleston, ex-miss Carolina do Sul, miss condado de Jasper, miss Festival do Camarão.

Ela podia jurar que havia um tom de zombaria na voz dele.

— Será que esqueci alguma coisa?

Bem, então era ele o misterioso recluso, pensou, olhando para a sombra na escada.

— Esqueceu de dizer: ex- funcionária do Departamento de Estado, professora da escola da embaixada, e lingüista, fluente em italiano, farsi e galês.

— Mas sabe cozinhar? — perguntou ele, num galês impecável.

— Não estaria aqui, se não soubesse

Notou a forma de se tratarem??

Eles se “rebatem” o livro todo e é ai que fica o gostinho maravilhoso da leitura!

A história em sí é completamente maravilhosa, ele ama a filha dele mas nao se aproxima dela com medo de assustá-la com o seu rosto “desfigurado”, porém ele da um jeito (apenas lendo você sabera). Ela tenta de qualquer forma fazer ele conhecer a pequena e conviver com ela.

A lição que tiramos é que não importa como vc se aparenta pelo lado de fora, é por dentro que é realmente o importante!


2 comentários:

k.s disse...

oie linda...1° de tudo queria agradecer a sua amizade..pois e muito importante para minha pessoa..2°adoro quando vc fica brava comigo no msn..rsrs..e o 3° adorei o seu blog ta realmente a sua cara mesmo..parabéns e muito sucesso na sua vida...bjss

biorita disse...

Ebaaa, Milo!
Onde achas tempo, amiga? Até agora gostei dos dois Blogs! Ainda tem mais?! Rsrsrs
Aprenda a postar o link de downloads,pleaseee!
Parabéns, Irmã!!
Bjão!

Enviar um comentário